Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje32
mod_vvisit_counterOntem220
mod_vvisit_counterEsta semana680
mod_vvisit_counterSemana passada1310
mod_vvisit_counterEste mês4201
mod_vvisit_counterMês passado7882
mod_vvisit_counterTotal436105
Home Casos
Casos e Acasos
AMIGO DA ONÇA PDF Imprimir E-mail
Escrito por E. C. Itarare   
Ter, 01 de Setembro de 2009 12:34

Tocantins(1988) - Era tarde de domingo promessa de casa cheia no Estádio João Lopes Quatorze Voltas, teria jogo válido pelo regional daquele ano com uma das maiores rivalidades da região em campo, Itararé x Pombense(Rio Pomba).

A torcida do pombense respeitada na região por sua dedicação e garra, sempre fazendo número e voz nas partidas do clube, começa a chegar bem cedo em Tocantins se preparando antecipadamente para o grande confronto.

Um torcedor ilustre do tubarão, Jesus Lambaia, muito popular e comunicativo, faz amizade com a galera do Pombense, tomar cerveja com eles num clima super amigável.

Os portões do Estádio são abertos e a torcida entre em massa e Jesus junto com a torcida do Pombense, balançando a bandeira e tudo mais, muitos ali presentes acharam estranho, tendo em vista que ele era um torcedor fanático do tubarão, atuava como um legitímo torcedor da equipe rival.

Mas o imaginável é que tudo aquilo era uma estratégia utilizada por ele, a bola rola e derrepente gol do Itararé, Jesus tira um salto lateral, vira acintosamente para a torcida do Pombense e dá uma "banana" para eles e diz  em alto tom para todo mundo escutar: " É ruim de torcer para vocês, eu sou é Itararéééééé."

 

Última atualização em Ter, 15 de Setembro de 2009 09:10
 
HOMEM-ARANHA VERMELHO E BRANCO PDF Imprimir E-mail
Escrito por E. C. Itarare   
Ter, 01 de Setembro de 2009 12:23

Ubá(2004), Final do campeonato regional daquele ano, Itararé x Portuense, tarde chuvosa naquele dia, no Estádio Afonso de Carvalho - Campo do Aymorés,  quando o placar estava ainda 00 x 00 e o goleiro Macaé fazia defesas importantíssimas, acontece o inesperado.

Um torcedor do Itararé, Mancuso o nome dele, escala o alambrado do Estádio Afonso de Carvalho, como se fosse o homem aranha chega lá em cima, dá um grito forte "ITARARÉÉÉÉÉÉ, ÉÉÉÉÉ MACAÉ,e mergulha como se fosse cair em uma piscina.

Todos os presentes ficaram muito preocupados, pois foi uma queda de altura significativa, inclusive o goleiro Macaé, ídolo do torcedor solicitou ao arbitro da partida que interrompe-se a  mesma para prestar socorro ao torcedor exaltado.

Mas antes mesmo do socorro chegar, Mancuso com um pouco de dor no pescoço devido a queda, levanta cheio de alegria e abraça o goleiro Macaé, dizendo que ele era o maior goleiro do mundo.

Alguns minutos após, comemou ainda mais, pois a partida foi para os penâltis, e Macaé pratica a defesa que originou a conquista do título regional daquele ano.

Última atualização em Ter, 15 de Setembro de 2009 09:16
 
ESGRIMA COM GUARDA-CHUVA PDF Imprimir E-mail
Escrito por E. C. Itarare   
Ter, 01 de Setembro de 2009 12:14

Guidoval(2001), Itararé x Cruzeiro em mais um confronto emocionante pelo campeonato regional daquele ano, chovia muito na cidade de Guidoval, mas a galera não arredava o pé.

Em campo um jogão, com chances para as duas equipes, ao final do primeiro tempo um fato ilusitado acontece dentro do gramado que marcou aquela tarde, acho que era o show do intervalo.

O diretor do E. C. Itararé, Generoso, trava uma briga com um diretor do Cruzeiro de Guidoval, após uma provocação dos mesmo alegando que o Tubarão estava sendo favorecido na partida, a chuva caia e a briga continuava.

Após trocar alguns empurrões, Generoso e o diretor começão a disputar uma luta de esgrima. Mas onde estavam as espadas? É, isso mesmo não tinha espadas as armas em questão era o guarda-chuva.

 

Última atualização em Ter, 15 de Setembro de 2009 09:18
 
O CASO DA XUXA PDF Imprimir E-mail
Escrito por E. C. Itarare   
Ter, 01 de Setembro de 2009 12:00

Ubá(1988) - Jogo válido pelo campeonato regional daquele ano, Itararé x Bandeirantes, entravam em campo para mais uma grande disputa, a partida transcorria normalmente no Estádio Centenário quando derrepente foi interropida e todos os olhares viraram para as arquibancadas.

O técnico do Itararé "J", com seus mais de cem quilos se envolveu em uma grande briga na arquibanca e a briga quente com a XUXA. O comandante do Tubarão tira um jingado espetacular e com muita velocidade pega e morde o rabo da XUXA.

Mas quem era a XUXA? Era uma enorme cadela da raça Fila de cor amarela, que não parava de latir nenhum um minuto, mas depois da mordida que levou do "J" as coisas mudaram daí ela parou e a partida reiniciou normalmente.

 

 

 

Última atualização em Ter, 15 de Setembro de 2009 09:24